• Esta é a nova BMW R 1200 GS Rambler
  • Esta é a nova BMW R 1200 GS Rambler
  • Esta é a nova BMW R 1200 GS Rambler
  • Esta é a nova BMW R 1200 GS Rambler
  • Esta é a nova BMW R 1200 GS Rambler
  • Esta é a nova BMW R 1200 GS Rambler

Esta é a nova BMW R 1200 GS Rambler

A R 1200 GS Rambler é uma moto de aventura de 1200cc, super ligeira, motor boxer de refrigeração líquida e peso abaixo dos 200 Kg. O nome de código do modelo, K199, deu o mote ao objetivo final, para que o peso de 199 Kg a cheio não fosse ultrapassado. O resultado foi uma das mais leves conversões da R 1200 GS de sempre, uma interpretação moderna da BMW HP2.

A moto tem aspeto desportivo e que demonstra a proximidade entre os departamentos de touring e off road na Touratech. Não se trata meramente de um estudo teórico, mas sim um protótipo pronto a ser usado e com excelentes prestações fora de estrada, tal como o CEO da Touratech.

Herbert Schwarz testou exaustivamente nas paisagens deslumbrantes e únicas da Ilha de São Miguel nos Açores, onde foi feito também o vídeo oficial de apresentação da moto e que demonstra as capacidades técnicas e tecnológicas da equipa de desenvolvimento de produto da Touratech. A Rambler foi desenvolvida em total coordenação entre a Touratech e a BMW Motorrad, foram construídos dois protótipos nas cores de ambas as marcas, um em amarelo e preto e outro em azul, branco e vermelho. O desenho e os moldes em barro de moldar, foram executados pela TT-3D em Murnau, ao passo que os componentes técnicos foram fabricados pela Touratech em Niedereschach.

A Touratech usou um pequeno truque, a combinação do motor e caixa de uma R 1200 R Roadster, com a transmissão da GS, dando à Rambler uma resposta ainda mais direta e cheia de binário do boxer de 125 cavalos. Outra razão para o uso da ciclística da Roadster foi o facto deste modelo já usar de série uma suspensão frontal invertida.

Com a suspensão a cargo da Touratech Suspension, o boxer é extremamente estável, mesmo a velocidades elevadas. O recurso a materiais e tecnologias modernas como o tubo alumínio super leve conjugado com fibra de carbono das “carenagens” da moto e a bateria de iões de lítio que poupa muitos quilos à moto, baixando o peso do conjunto, comparado com a moto de origem, em quase 50 Kg, o que a torna incrivelmente ágil.

Depois de removidas as carenagens e todos os apoios e fixações que não eram necessárias, o quadro foi reforçado para o uso em todo o terreno. Foi montada uma caixa de filtro de ar em carbono e plástico reforçado (CFRP) e montadas barras de proteção. Por trás da caixa foi montado um depósito de combustível de alumínio de 16,2 litros, que também faz parte do subquadro. A capacidade total de combustível são 18 litros, pois há um depósito de plástico auxiliar, que contém a bomba de combustível, que leva mais 1,2 litros. O Banco é muito estreito, desenvolvido pela TT-3D, com um novo processo que não necessita de uma base, sendo por isso é muito leve.

Outra característica exclusiva da Rambler é o travão frontal, uma unidade leve e de mono disco, como nas motos de enduro, mas que tem na mesma o sistema ABS. Para levar sem problema a Rambler para terrenos de todo o tipo, o motor tem uma proteção em carbono feita à medida para a moto.

Modificações e materiais usados:
• Caixa de filtro de ar: fibra de carbono reforçada com plástico com filtro de ar original (Touratech / TT-3D)
• Carenagens: construção em tubo de alumínio (Touratech)
• Depósito: alumínio, paredes laterias rebaixadas, capacidade de 16,2L (Touratech / TT-3D)
• Bomba de combustível: num depósito de plástico separado (1.8 l) debaixo do depósito peincipal
• Banco: banco de enduro rally feito de espuma PU (Touratech / TT-3D)
• Quadro: removidas todas as montagens e fixações desnecessárias
• Subquadro traseiro: alumínio com estrutura de suporte parcial (Touratech)
• Guiador e bombas: Guiador Magura TX, bombas de travão e embraiagem leves e de alta performance (Magura HC3)
• Mesas de direcção: XTRIG feitas à medida
• Veio de direcção: alumínio tubular (Touratech)
• Travões: frente: 1 x disco de Ø 300 mm; trás: 1 x disco de Ø 276 mm
• Cabos de travão: malha de aço (Stahlflex)
• Suporte de matrícula e luzes traseiras: plástico (Touratech / TT-3D)
• Luz traseira: BMW R nineT
• Farol frontal: BMW G 450 X
• Piscas: BMW R 1200 GS
• Sistema de escape Enduro: em titânio e fibra de carbono reforçada a plástico, feito à medida pela Akrapovič
• Suporte da ponteira: alumínio (Touratech)
• Bateria: iões de lítio 12 V, 4.6 Ah
• Carenagem traseira: fibra de carbono reforçada a plástico (Touratech / TT-3D)
• Rodas: aros Haan Excel (feitas à medida) com pneus Metzler Karoo 3 frente: 21 x 2.15 – 90/90 R21, traseira: 17 x 4.24 com 150/70 R17.
• Proteção de motor: fibra de carbono reforçada a plástico (Touratech / TT-3D)
• Guarda lamas: fibra de carbono reforçada a plástico (Touratech / TT-3D)
• Suspensão traseira: amortecedor traseiro feito à medida Touratech Suspension (modelo Extreme com 200 mm de curso)
• Suspensão frontal: forquilha original BMW F 800 GS Adventure com interior Touratech Suspension Extreme (230 mm de curso)
• Poisa-pés: peseiras de titânio, suporte e proteção de alumínio

Veja as fotografias e o vídeo abaixo!

Artigos relacionados

Triumph Thruxton este verão com oferta de 900 euros em acessórios ou equipamentos

Até 31 de agosto, a Triumph Portugal oferece 900€ em acessórios para a moto ou equipamento para o motociclista na aquisição de uma Thruxton 1200, a Rainha das Café Racer da atualidade.






Diogo Ventura mantém invencibilidade no Nacional Enduro

Na sua 22.ª edição, a prova levou os pilotos ao conhecido aeródromo local, onde foram organizadas pelo Montanha Clube válidas para campeonatos nacionais e mundiais.






[Vídeo] Nova Suzuki GSX-R 1000 na luta com as melhores super-desportivas do segmento

A nova Suzuki GSX-R 1000 promete voltar a lutar de igual para igual com as melhores super-desportivas do segmento, com o teste em breve na revista Motos!