Rui Gonçalves de regresso às origens

Rui Gonçalves, nome ligado ao Motocross, correu no Mundial entre 2002 e 2017 representando de forma brilhante a bandeira portuguesa. Foi o primeiro piloto português a vencer uma prova no Campeonato do Mundo de Motocross.

Foi com a Yamaha que Rui Gonçalves se lançou internacionalmente e em 2014 volta a correr de azul. Deixando as pistas em 2017 esteve no entanto sempre ligado ao Mundial como consultor técnico da Youthstream (entidade promotora do Mundial) para a segurança das pistas.

Com uma larga experiência na classe de MX2 e MX1, Rui Gonçalves teve como momento alto da sua carreira uma vitória emocional no Grande Prémio de Águeda em 2009, ano em que ganhou seis mangas na Classe de MX2 terminando o ano no 2º posto do Mundial.

O Grande Prémio de Portugal que decorrerá entre os dias 14 e 15 de abril no Crossódromo Internacional de Águeda será para Rui Gonçalves sem dúvida um voltar às origens por duas razões : vai voltar a correr em Águeda, desta vez como piloto ‘wildcard’ e a aos comandos de uma Yamaha.

Quanto ao facto de vir a ser ou não a sua última corrida, Rui Gonçalves diz que ainda não sente vontade de se despedir das pistas e esta será mais uma corrida para recordar mais tarde.

Rui Gonçalves

Artigos relacionados

Triumph Street Triple S660 tem preço irresístivel

Agora, e até ao fim de Junho, nos concessionários oficiais Triumph, pode adquirir uma Street Triple S, com o motor de 660cc e 95 cv, com o preço irresistível de 7.990 euros PVP (IVA incluído, acresce documentação e matrícula).

Edição de dezembro da revista ‘Motos’ já chegou às bancas

Fica a par do que podes ler na edição N.º 22 da tua revista de motos.

T12 Massimo, a moto do milhão de dólares

Muitas das obras maestras da história, sejam elas musicais, de pintura ou até de motociclismo, costumam ser conhecidos apenas quando o seu autor morre. Este T12 Massimo não é exceção.