Serão as VanguardaSpark as futuras Buell elétricas?

Se lhe falarmos de Erik Buell, seguramente vai perguntar em que loucura relacionada com motos se meteu agora. Pois bem, prepara-se para se surpreender, até porque o ex-piloto e dono da marca Buell vai investir nas motos elétricas com a VanguardSpark.

Se há algo que carateriza Erik, é a sua constância e a sua vontade de avançar nos negócios. Agora percebeu que o futuro é elétrico. Por isso, tornou-se num dos sócios da VanguardSpark, um projeto fruto da colaboração entre o fundador da Vanguard
e o proprietário da Spark Racing Technology, marca fornecedora do Campeonato de Formula E.

O objetivo da empresa é lançar-se no mercado das motos de emissões zero, com propostas inovadoras que revolucionam a mobilidade urbana, mas fiéis a um design atrativo.
De momento, vão sendo adiantadas duas propostas que deixam muito claras as suas intenções e a visão que tem a mobilidade elétrica urbana num futuro a curto prazo.

O primeiro modelo aproveitado, é a VanguardSpark SpeedBike, uma bicicleta a pedais assistida que, para Erik Buell e os seus sócios, seria o substituto lógico dos atuais ciclomotores e pequenas scooters.
A segunda proposta é a VanguardSpark Commuter, um moto elétrica que promete ser muito ágil para se movimentar entre o trânsito urbano, e que terá 150 km de autonomia. A Commuter promete ser um moto cómoda, prática e ecológica.

Artigos relacionados

Leatt aprimora gama de artigos para 2018

A Leatt aprimorou a sua gama de artigos de Moto para 2018, apresentando uma coleção de vestuário abrangente, capacetes, produtos totalmente novos e muitas outras novidades.

Maxsym TL1: SYM apresenta nova scooter topo de gama

Retirando inspiração do segmento das motos desportivas, a TL1 surge equipada com um novo motor de dois cilindros em linha com 465cc, capaz de oferecer 40 cv de potência máxima.

Equipa Ducati de MotoGP apresentada sexta-feira e conta… com transmissão em direto

Tudo acontece no Auditório Ducati, em Bolonha, Itália, onde será apresentada a Ducati Desmosedici GP e os motociclistas Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso.