Golden Bat dá início à comercialização de novo capacete da Schubert

O Schubert C4 PRO chegou finalmente ao mercado português. Este capacete modular, combina uma calota exterior em fibra de carbono com um sistema de comunicação totalmente integrado.

Uma combinação que durante muito tempo foi pensada ser impossível, confirmando mais uma vez o estatuto pioneiro da Schuberth no design, desenvolvimento e fabrico de capacetes de motociclismo.

Com este capacete, a marca premium alemã, traz a tecnologia dos capacetes de competição da Fórmula 1 até aos motociclistas.

Um capacete leve e confortável, é o companheiro ideal para os motociclistas de turismo que procurem ter um capacete que combine com o seu estilo de condução. Está equipado com colunas, microfone e antena incorporada de série, o que significa que está pronto para receber os sistemas de comunicação SC1 e SC1 Advanced, se desejar instalá-los.

Até agora, era considerado impossível integrar um sistema de comunicação num capacete de carbono, pois o carbono bloqueia as ondas de rádio. Mas a Schubert trabalhou em vários conceitos e superou o desafio. Com o sistema de comunicação SC1 instalado no C4 PRO CARBON, agora é possível atingir um alcance de 350 metros, algo que nunca havia sido alcançado com uma calota de carbono.

O C4 PRO CARBON está disponível em três modelos nos tamanhos XS (53) ao XXL (63) e pode ser adquirido por 779€ nas lojas da especialidade.

Cores disponíveis e preços:
Tempest White – 779€
Tempest Yellow – 779€
Delta White – 779€

Artigos relacionados

Lazer OR-1 reflete experiência no Mundial de Motocross

Chama-se OR-1 e é uma das grandes novidades no catálogo 2018 da Lazer, fabricante de capacetes com sede na Bélgica.

Yamaha MT Fluo: uma t-shirt com imagem da cidade de Tóquio

Uma t-shirt de manga curta com rebordo fluorescente à frente e mistura suave de algodão e elastano para maior conforto.

Seleção portuguesa definida para o Motocross das Nações 2017

A edição de 2017 do Motocross das Nações vai contar, pelo segundo ano consecutivo, com a equipa portuguesa formada por Rui Gonçalves, Hugo Basaula e Paulo Alberto.